Carina. 24. SP - Brasil. "É tão bom morrer de amor e continuar vivendo"
Você com sua música esqueceu o principal, que no peito dos desafinados, no fundo do peito bate calado, que no peito dos desafinados, também bate um coração. (Desafinado - Tom Jobim)

 

O poeta começa o dia

Pela janela atiro meus sapatos, meu ouro,

minha alma ao meio da rua.
Como Harum-al-Raschid, eu saio incognito, feliz
de desperdício…
Me espera o ônibus o horário a morte - que importa?
Eu sei me teleportar: estou agora
Em um Mercado Estelar… e olha!
Acabo de trocar
- em meio aos ruídos da rua-
alheio aos risos da rua -
todas a jubas do Sol
por uma trança da Lua!
Mario Quintana

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.
2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.
3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.
4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.
5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.
6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reuniões”.
8. Há uma linha muito tênue entre “hobby” e “doença mental”.
9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.
10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Luís Fernando Veríssimo. 

(Source: v-i-a-l-a-c-t-e-a)

Estou cansado, é claro,
porque, a certa altura, a gente tem que estar cansado.
De que estou cansado, não sei:
de nada me serviria sabê-lo,
pois o cansaço fica na mesma.
A ferida dói como dói
e não em função da causa que a produziu.
Sim, estou cansado,
e um pouco sorridente
de o cansaço ser só isto —
uma vontade de sono no corpo,
um desejo de não pensar na alma,
e por cima de tudo uma transparência lúcida
do entendimento retrospectivo…
E a luxúria única de não ter já esperanças?
Sou inteligente; eis tudo.
Tenho visto muito e entendido muito o que tenho visto,
e há um certo prazer até no cansaço que isto nos dá,
que afinal a cabeça sempre serve para qualquer coisa.

Álvaro de Campos

Fracassei em tudo o que tentei na vida.
Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui.
Tentei salvar os índios, não consegui.
Tentei fazer uma universidade séria e fracassei.
Tentei fazer o Brasil desenvolver-se autonomamente e fracassei.…
Mas os fracassos são minhas vitórias.
Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu”

(Quero chorar, Darcy Ribeiro)

Homenagem às mulheres de cabelos cacheados e...

….peitinhos deliciosamente caídos.


Nós seres humanos, somos facilmente escravizados.(…)Mas nem tudo está perdido.Eis que quando você já estava perdendo a esperança, ela surge na mesa ao lado. Os cabelos encaracolados castanhos e volumosos.(…) Ela parece não se importar com padrões porque o que importa nela é ela mesma – e porque sabe que não adianta de nada uma embalagem bonita se o conteúdo não surpreender. Sabe que a vida é curta demais e decidiu gastar seu tempo com coisas que realmente importam. Na verdade, ela está pouco se fodendo pra essa disputa de pessoas vazias em busca de um lado externo perfeito. E, se você quer mesmo saber, ela não dá a mínima se você a acha menos gostosa por isso.(…)O lado bom dessa história é que as moças como aquela que descrevemos linhas atrás, passam despercebidas aos olhos daqueles que só enxergam o óbvio.(…) aqueles que conseguem enxergar fora da caixa, acabam encontrando as mulheres mais autênticas, mais parceiras, mais interessantes, enquanto os outros seguem a ver navios e espalham pra geral que as mulheres de hoje em dia não querem nada com nada. Bobinhos. Eles nem desconfiam que para encontrá-las, basta tirar a venda e enxergar além do óbvio.

(vá no link para ler o texto completo)

sentimento de são paulo

there’s too many people you used to know
they see you coming, they see you go
they know your secrets and you know theirs
this town is crazy, nobody cares.

(Source: maisumcaderninho)


Enquanto houver o mundo, haverá religiões: a humanidade há de ser sempre este mesmo rebanho sensual e covarde, governado ao mesmo tempo pelo gosto da vida e medo da morte, pelo amor do pecado e pelo terror do castigo.

Olavo Bilac

(Source: intensoabismo)

Que as suas lembranças não sejam o que ficou por dizer. É preferível a coragem da mentira à covardia da verdade.

Fabrício Carpinejar

Ausência, Vinicius de Moraes

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar seus olhos que são doces…
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres exausto…
No entanto a tua presença é qualquer coisa, como a luz e a vida…
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto…
E em minha voz, a tua voz…
Não te quero ter, pois em meu ser tudo estaria terminado…
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados…
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada…
Que ficou em minha carne como uma nódoa do passado…
Eu deixarei…Tu irás e encostarás tua face em outra face…
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada…
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu…
porque eu fui o grande íntimo da noite…
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa…
Porque os meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
E eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos
Mas eu te possuirei mais que ninguém, porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas,
serão a tua voz presente, tua voz ausente, a tua voz serenizada.

14 de março, Dia Nacional da Poesia.